O ICTP-SAIFR continua com o programa “Ciência em Diálogo: Física e arte” no Instituto Moreira Salles. O principal objetivo é aproximar o público geral de temas relevantes para a ciência a partir do encontro com outras áreas do conhecimento. Todos os meses, um físico e um não físico debatem sobre algum assunto no auditório do IMS, em São Paulo (Avenida Paulista, 2424).

No segundo semestre de 2019, manteremos o tópico  “Física e Arte” com apresentações mensais sobre fotografia de partículas, computação, cor e ordem/desordem. O evento acontece sempre na primeira sexta-feira do mês, das 19h00 – 20h30. As datas dos Diálogos do primeiro semestre são 2 de agosto, 13 de setembro, 11 de outubro e 1 de novembro. A entrada é gratuita e haverá distribuição de senhas uma hora antes do início das apresentações.

Por conta do sucesso, a partir desse semestre também teremos reprises dos encontros aos sábados pela manhã! Agora no Cineteatro do IMS, com capacidade para 130 pessoas. O tema escolhido para inaugurar essa série será Som e Música, no dia 24 de agosto às 11h.

Informações da página do IMS: https://ims.com.br/eventos/ciencia-em-dialogo-fisica-e-arte/

 

Programa:

  • 2 de agosto: Fotografia de partículas, com Wagner Sousa e Silva e Rogério Rosenfeld (cartaz do evento aqui! fotos aqui!)

Wagner Sousa e Silva  é professor e pesquisador da ECA/USP  junto ao Departamento de Jornalismo e Editoração e ao Programa de Pós-graduação em Ciências da Comunicação. Como pesquisador, tem interesse na produção e circulação das imagens técnicas e seus impactos na construção da informação e conhecimento, especialmente nas relações entre fotografia documental, fotojornalismo e cultura digital.

 Rogério Rosenfeld  é vice-diretor do ICTP-SAIFR, professor do IFT-UNESP, e atual vice-presidente da Sociedade Brasileira de Física. Trabalha nas áreas de cosmologia e física das partículas.

 

  • REPRISE! 24 de agosto, 11h (SÁBADO), no Cineteatro: Música e som, com Nathan Berkovits e Flo Menezes (cartaz do evento aqui!)

Nathan Berkovits  é diretor do ICTP-SAIFR, professor do IFT-UNESP, e membro da Acad. Brasileira de Ciências e da Acad. Mundial de Ciências. Trabalha na área de supercordas.

Flo Menezes  é diretor do Studio PANaroma de Música Eletroacústica e professor do IA-UNESP. Ganhou vários prêmios internacionais por suas composições eletroacústicas incluindo o Giga-Hertz-Preis em 2007.

 

  • 13 de setembro: Computação, com Paula Perissinotto e Pedro Vieira

Paula Perissinotto  é especializada em novas mídias, arte contemporânea e cultura digital. Formada em artes plásticas na FAAP, com mestrado pela ECA/USP e especialização pelo MECAD/ESDI em Barcelona. Desde 2000,  é co-fundadora e organizadora do Festival Internacional de Linguagem Eletrônica, uma organização  que promove produções culturais relacionadas às novas poéticas da cultura contemporânea.

Pedro Vieira  é coordenador do acordo com Perimeter no ICTP-SAIFR, professor do IFT-UNESP e Perimeter Institute na Canadá, e ganhador do Prêmio de Sackler de 2018. Trabalha nas áreas de integrabilidade e teoria de campos.

 

  • 11 de outubro: Cor, com Marcia de Almeida Rizutto e Paulo Pasta

Paulo Pasta é doutor em artes visuais pela ECA/USP. Recebeu a Bolsa Emile Eddé de Artes Plásticas do MAC/USP (SP) em 1988. Dentre as exposições realizadas, destaque para individual na no Centro Cultural Maria Antonia, em 2011, para o Panorama dos Panoramas, no Museu de Arte Moderna de São Paulo, em 2008, e para individual na Pinacoteca do Estado de São Paulo, em 2006.

Marcia de Almeida Rizutto  é professora Livre Docente da USP. Trabalha atualmente no tema Arqueometria no estudo e caracterização de objetos de arte e do patrimônio cultural utilizando técnicas não destrutivas com Feixes Iônicos, Fluorescência de Raios X, Raman e Imageamento. Desenvolve projeto de pesquisa com os Museus da USP e Museus de São Paulo como Pinacoteca, FAAP, etc.

 

  • 1 de novembro: Ordem e desordem, com Ricardo Martinez-Garcia e Fabio Delduque

Ricardo Martinez-Garcia  é professor do ICTP-SAIFR e trabalha na área de física estatística com aplicações em biologia.

Fabio Delduque ​ é artista visual, diretor de arte e curador. Desde os anos 80 realiza exposições, instalações, performances, direção de arte de shows, teatro e cinema​, incluindo no 29ª Bienal Internacional de São Paulo. Sua criação mais conhecida é o Festival Arte Serrinha, que está na 18ª edição e é hoje um dos eventos culturais mais significativos do interior paulista.

 

EDIÇÕES ANTERIORES: